domingo, 17 de maio de 2009

FERIDAS - PARTE I

Feridas e Cicatrizes


"As pessoas possuem cicatrizes. Em todos os tipos de lugares inesperados.
Como mapas secretos de suas histórias pessoais. Diagramas de suas velhas feridas.
A maioria de nossas feridas podem sarar, deixando nada além de uma cicatriz. Mas algumas não curam.
Algumas feridas podemos carregar conosco a todos os lugares, e embora o corte já não esteja mais presente há muito, a dor ainda permanece.
O que é pior, novas feridas que são horrivelmente dolorosas ou velhas feridas que deviam ter sarado anos atrás
mas nunca o fizeram?
Talvez velhas feridas nos ensinem algo. Elas nos lembram onde estivemos e o que superamos.
Nos ensinam lições sobre o que evitar no futuro.
É como gostamos de pensar. Mas não é o que acontece, é?
Algumas coisas nós apenas temos que aprender de no
vo, e de novo, e de novo...
Na maior parte das vezes, aquilo que você mais quer é aquela coisa que você não pode ter.
O desejo nos parte o coração, nos esgota.
O desejo pode ferrar com tua vida. E por mais duro que seja querer muito uma coisa, as pessoas
que sofrem mais são aquelas que sequer sabem o que querem."

Trecho de algum episódio de Grey´s Anatomy que não canso de assistir...

---

Feridas
Por Pimenta

Sério, me respondam, por favor.
O que acontece com a gente?
Eu quando ví os temas da enquete , pensei; Rá,vai dar cachaça na cabeça!
Levando em conta o povo que conheço, e meu pobre fígado virado do avesso,escrevi meu texto, apostando na cachaça.Ui, meu fígado dói só de lembrar.
Mas o inesperado aconteceu, e feridas ganhou disparado.
O que significa?
Todos nós temos uma história pra contar,e muitos, muitos mesmo, carregam o coração ferido.
Uma mágoa de amor,uma dor de rejeição,um arrependimento.
Temos receio de expor nossos sentimentos ás coisas que possam nos causar dor, e feridas que nunca cicatrizarão direito.
Nossas dores estão guardadas, pulsando.
O mundo se moderniza,mas a liberdade se estreita.
Gostamos desse mundinho virtual por tomarmos á força a liberdade de expressão, sufocada no mundo real por não termos mais certeza de quem é quem, nesse infinita rede de relações enquadradas por mídia,conceito e cultura.
E as feridas que ainda doem nos fazem vestir uma postura, que muitas vezes não é a nossa,pois caramujo sem casca, vira comida de passarinho.
A amizade não é mais a mesma,pois as pessoas não partilham um mesmo standart moral,quero dizer, não tem a mesma base de valores, esses que te dizem o que dá e o que é inaceitável.
Você nunca sabe o que passa na mente alheia, nem nunca saberá.
Hoje, as pessoas que demonstram os seus valores profundos são questionadas, porque estão na contramão do mundo social.
A vantagem social está ganha por gente que vence, aparece e acontece.
Não importa á que custo.
E no amor?Por todos os lados vejo gente linda querendo, buscando um amor que nunca acontece.
É muita gente buscando a mesma coisa, então, porque não acontece?
Porque usam a palavra amor, mas esquecem o que ela realmente engloba e significa.
Você quer amor, e oferece sexo.Para ganhar o sexo, oferece (falsamente)amor. E a situação se complica.
Então digo meus queridos, vamos redefinir nossas buscas,sejamos sinceros, pois dor por dor, melhor sofrer pela sua ingenuidade e franqueza, pelo peito aberto ao golpe, do que senti-la igualmente, por detrás da armadura que vestimos, que nos tolhe, sufoca e machuca, gerando feridas incuráveis, daquelas que nos deixam na dúvida, se tudo que nos marcou poderia ter sido diferente, pra melhor.
A pose não disfarça a dor que carregamos.
Uma hora ela aparece, por ser genuína, mesmo que por uns segundos, na enquete de um Blog.
Beijos á todos, que conheço e não conheço,em cada ferida de amor que tenham,pois beijos carinhosos também ajudam a curar(e beijos de amor curam mesmo).
Love to all!

---


O tema da próxima semana é bebida..... então escolha na enquete sobre qual bebida você gostaria que essas 4 mentes loucas criassem um texto.
Beijos e não percam na quarta-feira mais dois textos sobre FERIDAS!

6 comentários:

Dama de Cinzas disse...

Feridas? Tenho tantas, umas cicatrizadas, outras velhas que insistem em ficar com aquela casquinha que ao menor toque abre toda de novo. E tem as recentes, que queimam bastante. Todas elas na alma que é o pior lugar onde podemos ter uma ferida...

Beijocas

Márcio Dadöx disse...

Deixo com vocês algo que escrevi hoje...
O aprendizado vem mais com a dor do que com a felicidade, com a ausência do que com a presença, vem mais com a mentira do que com a verdade, vem com o não ter do que com o ter. Aprender dói, mas se faz necessário em um mundo em que o homem não é real, é simplesmente uma farsa cruel daquilo que ele não é e de que não poderá ser. Será sempre o mesmo.

Carrego na alma feridas que acho que não irão mais ser cicatrizadas. Triste, mas é assim que começo a minha semana, com novas feridas e fderidas que jamais foram esquecidas.

Carpe diem

Daniel Savio disse...

Texto bom...

Engraçado, pois alguns podem sustentar as feridas com estandartes da sua vida, outros, deixam que estas feridas terminem a sua vida...

O mundo é variado de mais.

Agora sobre o seu texto (após a "introdução"), pode até ter várias pessoas procurando a mesma coisa, mas quantas se esforçam para consegui estas coisas?

Fiquem com Deus, galera.
Um abraço.

Belle disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Belle disse...

Tinha MTAS FERIDAS, principalmente de pessoas que um dia amei demais, porém hoje entendi o porquê de tudo, e finalmente pude tirar algo de bom disso tudo... amadureci p/ me tornar uma pessoa mais feliz!!!!
Sem amargurar o passado...
bjos

pimenta disse...

É isso aí!
No mais, vamos lambendo nossas feridas,para aprendermos com elas,para vivermos com elas, e tentar fazer com que essas não nos atrapalhem no caminho!
Dama,Márcio,Daniel e Belle,percebo que vocês são pessoas aptas a equilibrar suas dores, e continuar o caminho da melhor forma possível.
bjos em todos!obrigado!